Sessão 8 – Trabalho de Amar

A responsabilidade afetiva do cuidado, da criação e como ela se modula a partir de amizades dentre os 20  anos de jovens na periferia de São Paulo (Bonde/2019/Asaph Luccas), no confronto a necessidade de responsabilidade para criar um filho de uma gravidez não planejada (Rebento/2019/Vinicius Elizário), para cantar e dançar o histórico de trabalho de nossas famílias de sangue (Di Cumer, rezar e trabalhar/2020/Fabinho Santos) ou até mesmo falar de si rodeada pelas imagens de amizades saudosas do contato físico (Cool for the Summer/2021/Vitória Liz Santos de Almeida Campos) são parte dessa sessão que tenta cruzar as várias famílias que podem vir a existir e se amar entre a dificuldade de cuidar dos amores e entre um mundo cheio de armas apontadas a nós.

Debate da 8º sessão ocorre no dia 27/03, às 19h, no Canal da Casamata, com Lucas Nunes, Leo, Vitória Liz, Fabinho Santinho e Vinícius Elizário.


REBENTO

2019, Ficção, 18m, Livre, Bahia
SINOPSE: Zói, ao saber da gravidez de sua namorada, desata em si, sentimentos suspensos. Pedro, só queria terminar o desenho de sua família.
Direção: Vinícius Eliziário
Contém LSE – Legendas para pessoas Surdas e Ensurdecidas


MENINOS RIMAM

2020, Ficção, 20m, 12 anos, São Paulo
SINOPSE: Arthur e Alexandre são amigos de infância. Enquanto um se sente pressionado a dar o primeiro beijo, o outro quer se tornar um grande rapper e gravar seu primeiro clipe. Ao se ajudarem, eles iniciam novas descobertas.
Direção: Lucas Nunes
Contém LSE – Legendas para pessoas Surdas e Ensurdecidas


BONDE

2019, Ficção, 18m, 14 anos, São Paulo
SINOPSE: Três jovens negros da favela de Heliópolis saem em busca de refúgio na vida noturna LGBT+ do centro da cidade de São Paulo.
Direção: Asaph Luccas


COOL FOR THE SUMMER

Híbrido, 6m, 12 anos, São Paulo/Pernambuco
SINOPSE: Passamos anos inteiros esperando pelo verão. 2020 não seria diferente.
Direção: Vitória Liz
Contém LSE – Legendas para pessoas Surdas e Ensurdecidas


DI CUMÊ, TRABALHAR E REZAR: CANTOS DE TRABALHOS E PREGÕES NA QUARENTENA

2020, Híbrido, 11m, Livre, São Paulo
SINOPSE: Fabinho Santinho, um menino negro da periferia de Embu das Artes, narra seu olhar da pandemia através dos cantos de trabalhos dos trabalhadores urbanos e rezas de sua família. Assim busca criar registros e maneiras possíveis de vida durante um período pandêmico, além de criar uma paisagem sonora da quebrada em que reside.
Direção: Fabinho Santinho


APOIO

REALIZAÇÃO